Petitchef

Codornas marinadas em vinha d'alhos com purê de berinjelas

Prato Principal
2 porções
2 horas
30 min
Médio
Codorna e berinjela: dois produtos que são, de certa forma, negligenciados pelo fato de não serem muito bem compreendidos. Nesse sentido, ofereço-lhes hoje uma feliz combinação entre esta simpática ave e a misteriosa berinjela.

Ingredientes

Número de doses: 2

Para as codornas:


250 ml de vinho branco seco

02 dentes de alho

ervas frescas (usei Alecrim, manjerona, tomilho e louro)

pimenta do reino

50 g de manteiga sem sal

sal e pimenta


Para o purê de berinjela:

01 berinjela média

01 cebola cortada finamente

50 ml de azeite de oliva

manjericão

sal e pimenta

Preparação

  • Primeiramente vamos à marinada em vinha d'alhos: em um recipiente, coloque as codornas, o vinho, o alho, as ervas e a pimenta.

    Complete com água até que as aves estejam submersas. Reserve, em refrigeração, por no mínimo uma hora.
  • Enquanto as codornas marinam, descasque a berinjela e corte-a em pequenos pedaços, salgue e aguarde dessorar ( perder líquido) por aproximadamente 15 min.
  • Após, refogue bem a cebola no azeite de oliva e agregue a berinjela. Refoge por mais 2 a 3 min e ao final processe tudo até atingir o ponto de um creme. Reserve.
  • Ao final da marinada, descarte o líquido e demais temperos. Faça um creme com a manteiga, sal e pimenta e besunte generosamente as codornas. Leve ao forno pré-aquecido a 200 C por 15 a 20 minutos.
  • Por fim, monte o prato e bom apetite.
  • A técnica:

    A marinada é uma técnica antiga que tem por objetivo agregar sabor ao preparo. Existem basicamente dois tipos de marinadas: as secas e as líquidas, digamos assim.

    As marinadas secas caracterizam-se por serem utilizados somente ervas e temperos em contato direto com a carne sem a utilização de vinhos, azeites, vinagres como meio.

    Um bom exemplo de marinada seca é o Gravlax (salmão à escandinava, onde a carne do peixe é colocada diretamente em contato com as ervas e deixada marinando por dias).

    Já as marinadas líquidas utilizam-se de um meio líquido (desculpe a redundância) e demais ervas para agregar sabor ao preparo.

    Um belo e delicioso exemplo é a postagem de hoje que demonstra a codorna em um tipo de marinada chamada de vinha d'alhos (clássica portuguesa) que, conforme o próprio nome demonstra, é composta por vinho, alho e ervas frescas.

    Aves e suínos são bons exemplos de carnes que necessitam de uma boa marinada antes de prepará-los.
  • Gostou da receita?
    acesse www.buonissimacucina.com
    www.facebook.com/pages/Buonissima-Cucina
    twitter: www.twitter.com/BuonissimaC



Comentários dos membros:

08/02/2013

Yummi!

08/02/2013

No la entiendo, me lo podrian mandar en español o traducirlas?

08/02/2013

Maravilhosa

08/02/2013

O purê nao leva nem batata e ou farinha de trigo?

08/02/2013

Muito boa...

08/02/2013

Exatamente. não há adição de nenhuma farinha ou mesmo batata. O purê é feito somente com berinjelas.


Avaliar esta receita:

Receitas semelhantes

Receita Codornas recheadas com ameixas secas
Codornas recheadas com ameixas secas
2 porções
35 min
Muito Fácil
4.3 / 5
Receita Purê de batata (fácil)
Purê de batata (fácil)
4 porções
40 min
Muito Fácil
4 / 5
Receita Blanquette de vitela passo a passo
Blanquette de vitela passo a passo
4 porções
2h25m
Muito Fácil
3.6 / 5
Receita Codornas ao molho de vinho
Codornas ao molho de vinho
4 porções
1h35m
Muito Fácil
4.1 / 5
Receita Codornas com risoto de alcachofra
Codornas com risoto de alcachofra
3 porções
40 min
Muito Fácil
4 / 5

Receitas

Menu do dia

Receber o menu do dia:

Pergunta do dia
Tem condições financeiras de ir ao restaurante?
Voto