Por que os doces portugueses levam tantas gemas?Os ingredientes fundamentais dos doces portugueses são o açúcar (claro), e as gemas de ovos ...

Mas e as claras?

Entre os séculos XVIII e XIX, Portugal era o maior produtor de ovos da Europa. As claras dos ovos eram exportadas e serviam para purificar a produção de vinho branco e também para engomar roupas elegantes de homens ricos (fica a dica :D) por toda a Europa Ocidental.

As gemas em excesso eram jogadas foras ou usadas como alimentos para os animais. Quando o açúcar chegou, vindo das colônias portuguesas, tudo mudou. As gemas se misturaram ao açúcar dando o início aos mais tradicionais doces portugueses.

Mas como esses doces foram parar em nossas mesas?

No século XVIII, com a extinção das Ordens Religiosas em Portugal, as freiras e monges foram confrontados com a necessidade de ganhar dinheiro para seu sustento. Solução? Vender doces

E essa doceria foi passada de geração em geração chegando assim em nossas lares, cada receita contata de uma maneira diferente (receita da avó, da tia, da mãe) e todas elas com um valor inestimável para a cultura portuguesa.

Pastéis de Nata, torta de Laranja, Quindim, Pudim...todas receitas com muitos ovos :D