Gastronomia do Distrito de LisboaCom as suas ruas, becos, casas e façadas de azulejos e telhados avermelhados, o Distrito de Lisboa, banhado pelo lendário Rio Tejo, é embalado ao som do melancólico Fado. Os Palácios, Muralhas, Igrejas e Museus antigos contrastam com os bares e hotéis modernos que oferecem uma estadia confortável e um toque caseiro. As lindas paisagens do Distrito são um convite àqueles que não têm preguiça de andar e descobrir belezas como a Torre de Belém, a Praça do Comércio, o famoso Café A Brasileira, o Convento de Mafra, o Palácio da Pena, a Quinta da Regaleira e a Praia das Maças, e de se deliciar com os restaurantes que oferecem a típica gastronomia lusitana que desperta os prazeres da gula.

O Distrito de Lisboa é abundante em aromas. O Bacalhau é um dos mais famosos 'artistas' do Distrito e sempre se encontra em deliciosos pratos como as Caldeiradas, Pataniscas e Pastéis/Bolinhos. Por falar em pastel, é quase um pecado visitar Lisboa e não saborear os universais Pastéis de Belém, uma das maravilhas da Gastronomia Portuguesa. As Sopas e Caldos feitos de Mariscos também são destaques da rica culinária local, como os pratos à Bulhão Pato. Os bons vinhos locais também enriquecem os cardápios e dão ainda mais sabor às receitas.

A tentação da gastronomia deste Distrito espreita em cada esquina e é muito difícil não ser atraído pelas inúmeras tascas, restaurantes e cafés que servem antigas receitas familiares. Além dos Pasteis de Belém, a doçaria do Distrito de Lisboa conta com o Bolo-Rei, as Broas Castelar, as Farturas e as Raivas de Lisboa.