As melhores receitas para o Dia da MulherAh, mais um dia para as mulheres, namoradas, mães, irmãs... como se não tivessem já bastantes dias para elas, a quererem tudo e mais alguma coisa. Mais um dia só para que se sintam importantes e ganhem presentes e peçam coisas. Mais um dia para se permitirem fazer tudo o que querem com o pretexto de ser o Dia delas. Mais um dia comercial, é o que é.
Isto é o que passa pela cabeça de muitas pessoas durante este dia, dia 8 de Março, Dia da Mulher. Mas você conhece a verdadeira razão de existir um dia dedicado às Mulheres. Então páre um pouco e leia.
No final do século XIX, inícios do século XX, as mulheres começaram a manifestar-se contra as desigualdades que sofriam perante o género masculino. Começaram a perceber que não era justo serem tratadas de forma diferente só por serem mulheres. E um pouco por todo o mundo, começou a assistir-se a manifestações, greves, revoluções por melhores condições, por não violência, por mais respeito da mulher.
As discussões sobre o acontecimento que efetivamente esteve na origem do dia 8 de Março são muitas, e nenhuma nos leva a dar certezas de qual acontecimento poderá ter sido. Há, no entanto, uma manifestação que marcou Nova Iorque, realizada por operárias de uma fábrica têxtil, que reinvindicavam melhores condições de trabalho, diminuição da carga horária, que passaria de 16h a 10h por dia, e salários iguais aos dos homens, que ganhavam três vezes mais. Esta manifestação, teria terminado com as mulheres queimadas vivas dentro da fábrica. (Esta informação é contraditória em vários lugares, não conhecendo a exatidão do ocorrido).
Em 1910, na II Conferência Internacional de Mulheres Socialistas, realizada na Dinamarca, foram discutidos assuntos do interesse das mulheres e decidido que 8 de Março passaria a ser o dia em que se faria homenagem a essas Mulheres que tiveram a força de lutar pelos seus direitos.
Mas foi apenas no fim dos anos '70 que o 8 de Março foi oficialmente reconhecido pelas Nações Unidas como Dia Internacional da Mulher.

Agora que já conhece um pouco mais, saiba que as mulheres que festejam este dia, fazem-no também para homenagear as mulheres que lutaram para que hoje elas possam ter a vida que têm. Mesmo que ainda haja muito a fazer, não esqueçamos estas Mulheres de Coragem que nos permitiram viver num mundo mais livre. Então, Mulher, saia com as suas amigas, com as mulheres da sua família, saia sozinha se for preciso, mas vá festejar, vá brindar por estas Mulheres, por si, por este ser maravilhoso que é abençoado de graça, de sentimento, de força.

E se quiser ficar em casa, chame as amigas que o PetitChef dá-lhe algumas sugestões de receitas para passar uma boa noite.
E, Homem, se você tem a sorte de ser amado por um destes seres que passa 364 ou 365 dias do ano a pensar no que vai cozinhar para si e para os filhos, dê-lhe um pouco de descanso e cozinhe para ela.