Gastronomia do Distrito de SetúbalPara muitos, o Distrito de Setúbal é um lugar de panoramas quase irreais, pois em poucos lugares de Portugal se pode encontrar esta mistura de natureza, pessoas e artes. O rio e o mar são a alma de Setúbal, que encanta os visitantes com o colorido de centenas de embarcações e a alegria dos pescadores que definem a zona ribeirinha da região. Abraçada pelas belezas da Serra da Arrábida, e a Costa da Caparica, o Distrito ainda presenteia com a história viva dos muitos Fortes e Conventos, onde podemos ver Golfinhos, contemplar vinhedos, explorar Monumentos históricos e saborear a farta gastronomia a qualquer época do ano.

O Distrito de Setúbal tem uma longa relação com o mar, portanto não é surpresa que muitas das suas delícias culinárias expressem o sabor das águas. Todos dizem que os melhores pratos de Mariscos e Peixes de Portugal estão aqui, como a famosa Caldeirada de Sardinha e o Choco Frito à Setubalense. A aquacultura na região do Estuário do Sado é propícia à grande variedade de receitas à base de Ostras, Enguias, Camarões do rio e o peixe indispensável da cozinha lusitana, o Bacalhau.

Como há muitas diferenças geográficas e culturais no Distrito de Setúbal, a gastronomia assume peculiaridades conforme a região. No interior são os Pratos de Aves que enriquecem as mesas, como a Feijoada de Frango Frito, o Arroz de Pato e a deliciosa Cabidela de Galinha. A Carne de Porco não fica de fora e é sempre irresistível sentir os aromas do Lombo Assado à Montijo.

Para completar tantos sabores, é obrigatório degustar o Pudim de Vinagre, as Queijadinhas de Leite, os Ésses de Azeitão, e os doces feitos com a Laranja de Setúbal, como os Barquilhos de casca de laranja.

São as riquezas da terra, do mar e do paladar que definem esse belo Distrito.