Gastronomia do Distrito de CoimbraFamosa no mundo todo como uma animada cidade estudantil por abrigar a mais antiga Universidade de Portugal, Coimbra é um rico canteiro de atrações a ser explorado. A região oferece muita diversão graças a um longo calendário de eventos culturais que ocorre durante o ano todo, além de belas paisagens naturais que circundam o Distrito, desde o oceano até às montanhas, mas em especial, o vale do Rio Mondego, maior rio que nasce em Portugal, e que domina o cenário. As muitas praias de areia branca da Figueira da Foz e de Mira, também são destaque por oferecerem um festivo estilo de vida a moradores e turistas. Os museus, igrejas, conventos e mosteiros, muitos deles Patrimónios da Humanidade, são a alma de Coimbra, e atraem amantes de arquitetura antiga.

E não é apenas por causa dos muitos estudantes universitários e prédios históricos que o Distrito de Coimbra é famoso. A sua gastronomia tradicional atrai os mais variados paladares em busca da culinária portuguesa. Há vários restaurantes que oferecem pratos populares com muito bacalhau e vinhos lusitanos, mas também há pequenos estabelecimentos tradicionais com iguarias de sabor único.

Os pratos que utilizam elementos tradicionais de preparo, harmonizando a cozinha rústica são característicos da região. A Chanfana (cozido de carne de cabra), o Leitão Assado e o Arroz de Lampreia são os mais conhecidos, e todos sempre feitos com o toque caseiro típico dessas terras, que sempre agracia os visitantes com ótimas lembranças e o desejo de saborear novamente estas delícias.

A gastronomia do Distrito de Coimbra é riquíssima em doces, recebendo destaque as Arrufadas, o Arroz Doce, a Sopa Dourada das Freiras de Santa Clara, o Pudim de Ovos, as Queijadas, as Espigas de Milho e os inconfindíveis Pastéis de Tentúgal, os do Lorvão, e os de Santa Clara, recheados com doce de ovos e exibindo o típico formato de meia-lua.