Comer Chocolate sem culpaO Chocolate é um dos alimentos mais célebres do mundo, cujo aroma e sabor fazem parte dos ingredientes habituais da gastronomia mundial. Com propriedades antidepressivas, vigorizantes e antioxidantes, entre outras, é um elemento de grande valor contra o colesterol.

Extraído do cacau, o chocolate é um dos melhores sabores que existem, devido ao seu açúcar natural e gordura vegetal. As formas de consumi-lo são tão variadas como permite a imaginação, mas habitualmente encontra-se em forma de tablete ou como elemento principal de um bolo.

Costuma atribuir-se a culpa de problemas de obesidade e estados negativos da saúde ao Chocolate, mas é necessário esclarecer que, consumido com moderação, dentro de uma dieta equilibrada, pode ser benéfico para o organismo devido:

- Ao seu conteúdo em fibras, minerais e vitaminas naturais.

- À quantidade de gorduras ser proporcional ao nível de côr, ou seja, quanto mais negro for, menos lípidos (gorduras) contém. Por isso, o chocolate branco é o menos prescrito para pessoas com altos níveis de colesterol, e que o preto/amargo é aconselhado nas dietas seguidas por estas pessoas.

- Ao seu alto conteúdo em flavonóides, catequina e procianidinas, substâncias que reduzem o índice de envelhecimento celular e convertem o chocolate em uma excelente fonte de antioxidantes.

- Os seus aminoácidos intervêm na formação de serotonina (hormona que age sobre o sistema nervoso central), o que provoca um notável efeito nas depressões.

- É um potente afrodisíaco natural que, ao ser consumido, produz sensações de prazer em certas zonas cerebrais, aumentando, desta forma, a líbido.

- Destaca-se como um hidratante cutâneo. Nos últimos anos tem sido moda certas práticas que consistem em banhos de chocolate, é que as suas propriedades nutritivas o convertem num excelente balsâmico para a pele.

Um pouco de História:
Antes da conquista Americana pelos Europeus, os indígenas utilizavam o conteúdo do cacau na elaboração de uma bebida amarga muito popular entre eles. A etimologia da palavra vem dos Astecas - "xocolatl", nome utilizado por esta civilização e pelos Maias para denominar uma bebida rica com alto valor nutricional e energético. Em meados do século XVII, um Londrino de origem Francêsa começou a comercializar tabletes de chocolate no seu comércio de café e tabaco, dando origem, desta maneira, à comercialização do chocolate na Europa.

Propomos algumas receitas com chocolate: