Inês e Tiago de -Just Want Full Attention-A vida da Inês Ramalho e do Tiago Gomes é feita de encontros e desencontros, mas quando o destino resolveu dar-lhes uma nova oportunidade de se reencontrarem, eles deixaram-se transbordar pelo Amor. A história começou há 7 anos, e recomeçou há 3, e nestes belos anos conseguiram juntar a informática à pastelaria e criar um blog encantador que deixa qualquer um com água na boca. Além disso, ainda deram ao Mundo uma menina linda que será abençoada com as deliciosas receitas que a mama e o papa preparam, mas também com a arte, a música e as viagens que ambos gostam.

Você pode encontrar e gostar das delícias deste casal arôma na página Facebook deles, mas também no Flickr, no Instagram e no perfil PetitChef.

O PetitChef perdeu-se nos cozinhados destes dois apaixonados da vida e quis saber mais sobre eles, você também ficou curioso, não foi ? Então deixe-se polvilhar pelos Just Want Full Attention.



Onde, como, com quem, cada um aprendeu a cozinhar e ficaram com aquele bichinho da culinária?

O Tiago aprendeu a cozinhar a ver o que a mãe fazia e começou a fazer petiscos para os amigos, eu cresci com os cozinhados do meu pai e da minha avó e cheguei àquela altura em que tive que aprender a desenrrascar-me na cozinha e começar a fazer a minha comida. Acabei o secundário num curso profissional de cozinha e pastelaria.


Qual é o prazer que tiram em cozinhar?

Acho que o cheirinho que fica na cozinha e pela casa quando cozinhamos, é um deles. Mas poder puxar pelo lado criativo e misturar coisas pouco comuns ou criar receitas do zero e ficar algo espetacular, é o melhor.


Lembram-se do primeiro prato que cozinharam?

O primeiro prato que cozinhei foi Jardineira. (Tiago)
Não tenho bem a certeza, mas se não me engano foi esparguete à bolonhesa. (Inês)


Tem outras paixões além da culinária?

Sim, temos. A fotografia é a principal, depois da nossa bebé, claro.


Como surgiu a ideia de criar um blog com as vossas receitas?

A ideia principal era um blog onde pudessemos partilhar as coisas que mais gostamos, sendo uma delas a cozinha. Nunca tivemos como plano um blog dedicado exclusivamente a culinária, queríamos uma coisa variada. Mas foi algo muito espontâneo, que fomos construindo e que procuramos sempre melhorar.


O que a palavra -Cozinhar- vos inspira?

Cozinhar para nós é um desafio, é tentar criar e melhorar receitas, é tentar até sair bem. Podemos testar os nossos sentidos, novas sensações e sabores desconhecidos.


Se fossem uma receita, qual seriam? Para cada um de vocês. Digam-nos porquê.

Eu (Inês) seria algo agridoce. Tenho um feitio muito "especial" e uma das minhas características é dizer o que tiver a dizer e por vezes há quem não lide bem com isso, ou gostam ou não gostam. Tal como um molho agridoce, ou gostam ou não.
Já o Tiago seria um Petit Gateaux. É complicado fazer à primeira e assim é ele, difícil de ser "levado", ou de ser compreendido. Mas quando lhe apanham o jeito, não há volta a dar.


Uma receita em que sejam imbatíveis ou a vossa especialidade.

Lasanha. Sem sombra de dúvida. (Tiago)
Pastéis de feijão. É um doce que não gosto de comer, mas faço muito bem. (Inês)


Contem-nos uma história culinária engraçada que lhes tenha acontecido.

Há uma que mete o nosso gato e massa para bôla. Quando fizemos bôla a primeira vez, a Inês disse que a avó costumava deixar a massa num alguidar tapada e embrulhada num cobertor ao sol. Assim fizémos. Quando passado um bocado fomos ver a massa, tava o gato deitado em cima do cobertor ao sol. Resultado: o gato super confortável e a massa a sair fora do alguidar.


De onde surgiu o nome Just Want Full Attention ?

O nome surgiu de uma música que gostamos muito e que ouvíamos várias vezes quando estávamos a planificar o blog, acabámos por batizá-lo assim. Afinal, até é algo que queremos, a atenção dos nossos seguidores, dos nossos amigos para o que publicamos e criamos. É para eles o nosso trabalho e esperamos que eles gostem do que fazemos.


Um conselho a dar aos apaixonados de cozinha? e aos outros?

Para quem nunca cozinhou, podemos dizer que não precisam ter medo. Quem é que nunca queimou um bolo ou deixou arroz insonso? Tem que se começar por algum lado e na cozinha é preciso inventar, criar novos sabores e novas combinações, acima de tudo arriscar. Se ainda não estão apaixonados pelos tachos e panelas, vão ficar, é certo. Procurem receitas que gostem e exprimentem prepará-las, quem sabe não têm um dom desconhecido!