Petitchef
Criar Novo Registo
Palavra-passe esquecida ?  
PETITCHEF
Pesquisa avançada

RECEITAS


'


RECEITAS

Grissini com Parmesão

De (Visitar o site)
(4.26/5 - 23 votos)

3 comentários

Fonte: Dos autores do blog

O Grissini (Grissino em italiano e breadstick em inglês) é um pão típico da região de Piemonte na Itália.
Piemonte é localizada no noroeste italiano e é subdivida em 8 províncias. A cidade de Turim é capital da região de Piemonte e também da província de Turim (Torino em italiano) (Wikipedia, 2008a).
REGIÕES DA ITÁLIA (REGIÃO DE PIEMONTE EM DESTAQUE)
Fonte: http://it.wikipedia.org/wiki/File:Piemonte-Mappa.png
PROVÍNCIAS DA REGIÃO DE PIEMONTE Fonte: http://it.wikipedia.org/wiki/File:Piedmont_Provinces.png

O nome grissini vem de "grissia" ou "gherssa" (do dialeto piemontês), um pão típico alongado e estreito, parecido com as baguetes francesas (Prodottitipici.com).

Existe dois tipos de grissini: o Rubatà e o Stirato.


O Grissini Rubatà



Fonte: http://web.tiscali.it/panificatori.torino/


O Grissini Rubatà é um grissini elaborado esticando-se uma tira de massa sobre a mesa, utilizando-se a palma da mão para comprimí-la, obtendo um cilindro de diâmetro pequeno. Rubatà, no dialeto piemontês, deriva de "Robat", um equipamento agrícola que possuía um cilindro de madeira utilizado para comprimir a terra.

Este Grissini é típico das cidade de Chiere e Andezeno, ambas da província de Turim, e da cidade de Monregalese, da província de Cuneo, e caracteriza-se por ser feito manualmente com cerca de 40 centímetros de comprimento (Prodottitipici.com; Wikipedia). O Grissini Rubatà de Chieri faz parte da lista de produtos alimentares tradicionais italianos do Ministério da Agricultura, Alimentação e Florestas da Itália e é mais antigo que o Grissini Stirato (Wikipedia).

O Rubatà tem sabor de pão, cor pálida-dourada e tem numerosas marcas de dedos, fruto do processo manual de fabricação (Regione Piemonte).


O Grissini Stirato

Fonte: http://web.tiscali.it/panificatori.torino/


O Grissini Stirato, como o nome diz (em português, ESTIRADO), é um grissini fabricado puxando-se a massa, que é muito elástica e maleável, com as mãos, utilizando o movimento de abrir os braços, ESTIRANDO ou ESTICANDO a massa. Estes grissinis geralmente tem aproximadamente uma braça de comprimento, cerca de 1,5 metro. O Grissini Stirato é típico do Vale do rio Lanzo, da cidade de Turim, de região de Canavese e da cidade de Pinerolese, todos na província de Turim (Prodottitipici.com).

Este Grissinio tem cor dourada, delicioso aroma e sabor delicado. É extremamente frágil, muito crocante e possui buracos internos (Regione Piemonte, 2008).


PROVÍNCIA DE TURIM
Fonte: http://it.wikipedia.org/wiki/File:Torino_map.jpg



A história do Grissini
O nascimento do grissini, deve-se a prescrição médica de Baldo Pecchio ao duque de Sabóia, Vittorio Amedeo II , que quando criança sofria de intoxicação alimentar. Baldo Pecchio solicitou ao mestre padeiro da Corte, Antonio Brunero, que produzisse um pão fino, muito bem cozido (cozido duas vezes), para a eliminação dos microorganismos existentes na massa. A inspiração de Baldo Pecchio foram os "pequenos güersas" ou "ghersinis" que sua mãe elaborava quando ele era também criança e sofria de problemas intestinais semelhantes. Vittorio Amedeo foi curado com o consumo de grissinis, tornando-se o primeiro rei de Sabóia em 1713 (Comune di Torino; Associazione Panificatori di Turino; Eko).


Outras curiosidades:
- O grissini também era apreciado por Napoleão Bonaparte que o denominava "Le petit baton de Turin" (Comune di Torino; Associazione Panificatori di Turino; Eko), cuja tradução é "o pequeno bastão de Turin";
- Receitas de Grissini com azeite, com gergelim, com parmesão, disponíveis em : http://www.bio-eko.it/ita/ricette.html;
- Vídeo "Lavorazione Artigianale - Specialty " em italiano, mostrando a produção de Grissini Stirato à mão na Panetteria Demartini Mauro, de Turim.


Grissini com Parmesão
Fonte: Dos autores do blog
A receita original é do Curso de Panificação do CEFET/SC, porém com proporções alteradas.
Ingredientes:
6 e 1/4 xícaras de chá de farinha de trigo;1 colher de sopa de açúcar;1 envelope de fermento biológico seso instantâneo;1 colher de sopa de sal;2 xícaras de água morna.5 colheres de sopa de azeite de oliva;Queijo parmesão ralado para polvilhar.Modo de preparo:
Misture a farinha, o açúcar, o fermento e o sal. Obs.: Não colocar o sal em contato direto com o fermento;Incorpore a água;Acrescente à massa, o óleo e a margarina;Sove a massa, até obter o ponto de véu (garantia do desenvolvimento do glúten);Deixe a massa descansar até dobrar de volume;Corte pedaços da massa e estique-os utilizando as palmas das mão, elaborando rolinhos (cilindros) com aproximademente 40 centímetros de comprimento e 1 centímetro de diâmetro;Polvilhe o queijo parmesão ralado, observando para que a aderência seja homogênea ao longo de todo o grissini;Pode-se enrolar os grissinis para obter um aspecto espiral (eu fiz o "enrolamento");Disponha-os em assadeira;Asse-os a 280 graus por aproximadamente 15 minutos. É necessário virá-los durante o cozimento para homogeneizar a aparência.O resultado foi muito bom. Os grissinis ficaram crocantes, saboros e com gosto de pão francês. Os grissinis que elaborei utilizaram técnica semelhante à do Rubatà. Agora, se o gosto é igual, sinceramente, não sei.


Imprimer cette page
De Pão e Cerveja (Visitar o site)






Avaliar esta receita:

Comentários dos membrossdfsd:

5 / 5

E nota 1000.000.000.

| i cooked this recipe
5 / 5

Fiz com meu pai e todos gostaram Murilo - 9 anos

5 / 5

Amei a receita e o grissini.


Receitas semelhantes



Cooking Units Converter



Gostoso ou Nojento

Macarons com ganache de chocolate

Macarons com ganache de chocolate
nojento
gostoso