Petitchef
Criar Novo Registo
Palavra-passe esquecida ?  
PETITCHEF
Pesquisa avançada

'

Feira da Bolívia em São Paulo

De (Visitar o site)
(4.22/5 - 9 votos)

3 comentários



Uma das minhas (várias) manias é anotar numa pasta (no PC ou numa agenda na bolsa) restaurantes e lugares que quero conhecer, ou comidinhas que quero experimentar, nas minhas andanças pela Net ou comentários em revistas. E naqueles dias raros em que não temos nenhuma programação corro na agendinha para ver o que podemos eliminar daquela lista que de tão grande vou precisar de uns bons anos para atualizar.
Bom, ontem foi um destes dias.....apesar do domingo com frio e garoa convidarem para um filme, poltrona e pipocas dentro de casa, apeteceu-me comer Saltenhas tradicionais e picantes.Bom, depois de convencer apenas um membro da minha Corte a me acompanhar....hehe....fui conhecer a Feira da Bolívia.


E nestes momentos é que percebo como São Paulo é gigante, um colo de mãe que abriga tantas culturas, tantos povos.
No bairro do Pari, bem próximo a Avenida Cruzeiro do Sul, me senti como em La Paz ou Cochabamba. É uma feira livre em duas ruas que cercam uma praça, com cerca de 80 barracas, ponto de encontro aos domingos de centenas (ou milhares??) de bolivianos que moram na cidade.
Nas barraquinhas, é possível comprar artesanatos coloridos, produtos alimentícios (milho, quinoa, batatas de variedades curiosas, chá de coca, pimentas, pães e uma infinidade de outros itens.
Um som ambiente mescla grupos folclóricos com música ao vivo e som de alto falantes com CDs de músicas típicas.

E tem até o lendário refrigerante Inka Kola, Nana!!!! Já pode ficar grávida que você não vai passar vontade!!!

Esta é a barraca da D.Francisca Esperanza.....onde encontramos a Pimenta Rocoto, nativa também dos Andes e própria para fazer recheada ( Rocoto Relleno - um prato típico do Perú), além de vários tipos de tubérculos.

Hoca - um tipo de mandioquinha adocicada, que segundo a filha de D. Esperanza, se prepara assada.....vou experimentar.
Apesar da aparência ser de beterraba, não é...
São "Papas Negras", ou batatas pretas (só a casca). Nativas dos Andes.
Papas Huayco - uma outra variedade de batata que come-se cozida.

São tantas variedades de cereais que mesmo eu já estar habituada com alguns alimentos latino-americanos, para mim são novidade.


E espiga com o milho negro, usado para fazer uma bebida doce chamada "Chincha". Vendem também o milho já triturado, em pó, prontinho prá fazer a bebida....



Iliane...lá encontrei o Leite Evaporado.....o sumido de nossas prateleiras.

Outras barracas com pães de leite, integrais, torradas....(Sarnita, Chamillo, Kankitas)



As comidas típicas são uma atração à parte: torresmos, peixes fritos, frangos churrasqueados...

Um dos pratos exóticos vendidos por lá é o "Anticucho". Não provei (e certamente não provarei). A barraca ainda estava sendo montada e não deu para fotografar desta vez. É um churrasco de pedacinhos de coração de boi, servidos com batata cozida e molho de amendoim picante.....



E...as famosas Saltenhas.....motivo maior de eu ter saído de casa.....e não me arrependi.
Don Carlos faz uma das saltenhas mais deliciosas que já provei.


Pedi uma de Pollo Loco...recheada com filé de frango, batata, ervilha, cebola, azeitona chilena, ovo cozido, uva passa, aji (pimenta), salsinha, cebolinha e temperos. Há de se comer devagar, com todo cuidado.....além de muito quente, vem com um caldo delicioso, razão de vir acompanhada de uma colher. Preço? R$ 4,00.

E outra pedida não tão tradicional, mas igualmente deliciosa.....recheada fartamente com queijo.


E este é o Carlos Filho, uma simpatia em detalhar sobre as Saltenhas. Pensei em levar congeladas para assar em casa, mas ele explicou que eu só conseguiria se fosse em forno elétrico (que não tenho!), uma vez que a temperatura deve ser bem elevada para assar rapidamente sem que estoure e vaze o caldo.

Mais uma fornada....

Para beber, "Mocochinche".....uma bebida fria, feita à base de pêssegos desidratados, cravo e canela (sem álcool!).

É um passeio cultural-gastronômico muito interessante para conhecer hábitos de um povo tão próximo.

A feira acontece todos os domingos, das 11:00 às 19:00 horas
Praça Kantuta - entre as ruas Pedro Vicente, Carnot e das Olarias, Pari

http://www.kantutabrasil.com/






Imprimer cette page
De Zakuskas (Visitar o site)






Avaliar esta receita:

Comentários dos membrossdfsd:

5 / 5

EU GOSTARIA MUITO EM CONHECER ESSA FEIRA ,,MORO NA VILA MARIA É BEM PERTINHO...AMO MEUS IRMÃOS BOLIVIANOS POIS SOU BRASILEIRA E AMO A CULTURA DE VCS...GOSTARIA DE FAZER AMIZADE E ARRUMAR UM NAMORADO BOLIVIA NO...PRA QUEM SE ENTERESSAR...TIM 82080344 MEU NOME É FORMIGUNHA BJS

5 / 5

Sou filha de decendentes bolivianos natos e que nao negam sua origem , além do mais , nada como uma cultura tão bela e tão rica. Ja estive na feira várias vezes e complemento , VALE MUITO A PENA , a diversidade de comidas , bebidas e artesanato é íncrivel e com tanta coisa diferente vale a pena repetir a dose! Meu namorado sera o próximo a conhecer , domingo o levarei e tenho certeza que ele vai se surpreender!

5 / 5

Ameiiiiii y como sinto saUDADE DA MINHA TERRA,,,DONDE FICA ESTA FERA????DEU BONTADE DE COMER TODO!!!!!ABRAZOS ESTELA


Receitas semelhantes



Cooking Units Converter



Gostoso ou Nojento

Pernil de 15 minutos

Pernil de 15 minutos
nojento
gostoso