Petitchef
Criar Novo Registo
Palavra-passe esquecida ?  
PETITCHEF
Pesquisa avançada

'

A redação de uma entrevista de emprego...

De (Visitar o site)
(2.89/5 - 46 votos)

9 comentários

- Olá, Nana? 
- Sim, prazer! Como está?
- Bem, obrigada. Vamos começar a entrevista? Pode me acompanhar?
- Sim, é claro. 

Nesse momento, aos passos cuidadosos para não fazer barulho com aquele salto alto malegueto que deixa o seu pé dolorido durante uma semana, reparo a decoração e os funcionários daquela empresa...

- Meu nome é Maria e estarei te entrevistando. Por que gostaria de trabalhar na AlmapBBDO?

Pausa: o Texto é meu dá licença? Posso colocar a empresa de publicidade que eu sonho em trabalhar, mas aceito um emprego em qualquer empresa de comunicação que não vive ainda na minha cabeça. Voltando... 

- Descobri que amo na verdade Comunicação e quero muito retornar a esse campo.
- Que bom! Pedirei para fazer uma redação, com tema livre e no mínimo 20 linhas.

Eu, entre os meus botões, penso "Quem foi a alma boa que inventou a redação... ou melhor, todas essas etapas de entrevistas? Não poderia ser tudo rapidinho e prático?"

- Tudo bem. 

O meu almoço em dias de crise

Nem comecei a escrever a minha redação e a senhora, querida Psicologa, deve pensar "Mas que diabo é isso?", mas eu irei te explicar. 
Conheço todos os processos de avaliação, principalmente, como uma redação funciona. A senhora avaliaria atualidade, personalidade, o meu humor com as linhas tortas, sem nexos e a falta dos pingos do i ou os pingos saindo fora de enquadro.
Sei também que nada disso confirmará a minha personalidade, já que sofro stress com todo esse processo de entrevista dos meus sonhos. 
Sei porque já aconteceu comigo, quando entrevistava milhares de adolescentes para uma vaga de atendimento ao passageiro em uma companhia aérea. A senhora sabe que eu já trabalhei em uma companhia aérea, não é?
Voltando ao assunto, o que eu posso deixar nessa folha em branco é uma receita fácil, prática e economica para a senhora. Posso conseguir o emprego ou não, mas a senhora garante o seu almoço do final do mês aonde falta tudo: comida, dinheiro e paciência. 
Como sugestão, que tal uma Coxinha de Frango feita no forno?



Pausa: Ok, a foto não entra na redação, mas como está sendo uma redação blog food e tenho pessoas lendo isso daqui, sei que vocês gostariam de ver a fotinho do prato. Voltando... 

Um dia, sem dinheiro para comprar um miojo no supermercado e tendo que me virar nos trinta para comer até o dia do pagamento, eu fiz essa coxinha de forno. Ah, a senhora não sabe, mas eu não curto fritura por que faz mal a nossa saúde e deixa o micro pequeno humilde apartamento aonde eu moro, perfumado de óleo queimado durante dias.
Vamos a receita?
Primeiro, faça um fundo de frango, mas antes que a senhora apresente uma expressão facial "o que é isso minha filha?", eu sugiro que pegue 1500 ml de água, jogue uns caldinhos de frango pronto e deixe dissolver. Por que final de mês, nunca temos resto de legumes e ossos de galinha sobrando na nossa geladeira. Todo mundo joga os ossinhos de frango ou galinha no lixo, não é?
Em outra panela, refogue 140 gramas de manteiga, 3 dentes de alho, 1 cebola bem cortadinha, depois acrescente aquele caldo preparado especialmente pela senhora e deixe ferver. Tire do fogo, acrescente bem devagar 1 kg de farinha e não pare de mexer para não pelotar. A senhora matuta "não tenho braço para mexer tudo isso..." 
Mas digo que tem, pensa que está em uma academia e fazendo aquele exercício maravilhoso para os bíceps, não é maravilhoso?
Cozinhe até desprender da panela e jogue em algum mármore para esfriar. Esfriou, coloque uma boa parte da massa em uma travessa untada com manteiga e farinha de rosca. Agora, coloque aquele frango desfiado que sobrou na sua geladeira e que está dando sopa... não, não, se fosse sopa a senhora já teria comido, mas o resto de frango que foi o seu jantar de ontem. Depois, cubra com o resto da massa, passe gema de ovo e coloque farinha de rosca na parte de cima. 
Agora, forno, durante uns trinta minutos e está pronto. 
Te garanto, se a senhora é louca por comida de buteco, como eu, irá adorar esse pratinho. Nem precisará de arroz, apenas uma cervejinha que você poderá pendurar no bar do Zé. Acredito eu, que ele se chama Zé, acertei?
A senhora é sozinha? 
Então diminua a quantidade dos ingredientes e te garanto que será feliz. 
A boca encheu de água e a senhora não cozinha?
Então me contrate, já que eu trarei uma marmita bem bonitinha para você não passar vontade e o seu chefe não achar que a senhora engravidou. Não é uma boa idéia?
Ok! Sei que é uma entrevista para trabalhar com Comunicação Social e não como Chef de Cozinha, mas garanto para senhora, sou uma pessoa super criativa e uma ótima Relações Públicas, tudo que a empresa procura e agora encontrou. 

Assinado Nana Ricchetti 

Ps.: Por que toda entrevista você tem que mostrar a sua assinatura para análise de comportamento, mas que coisa?!

Imprimer cette page
De Manga com Pimenta (Visitar o site)






Avaliar esta receita:

Comentários dos membrossdfsd:

5 / 5

Rachei de tanto rir.....

1 / 5

Horrivelllllllllllllllllllllllll

5 / 5

Muito legal tudo isto estou aqui apreensiva tentando achar um tema para minha redação que pode valer uma vaga no mercado e começo a ler esta redação me descontrai e comecei a dar boas risadas obrigado.

4 / 5

Kkk maneiro

4 / 5

Realmente vc e criativa, abraço!!!!

1 / 5

Esta é uma redação pesima

... clique aqui para ver todos os comentários (9)

Receitas semelhantes


Artigos relacionados

Pastéis de Nata, especiaria a ser apreciada sem moderaçãoPastéis de Nata, especiaria a ser apreciada sem moderação


Cooking Units Converter



Gostoso ou Nojento

Tiramisú

Tiramisú
nojento
gostoso